O Despertar das Borboletas

Um quarto de bebê pensado para despertar nossos sentidos e aflorar nossas emoções.

Imagine que iremos visitar uma criança muito especial: uma sobrinha, uma neta, a filha de uma amiga querida…

Separe um horário tranquilo e escolha um lugar confortável. Os pais já estão prontos para nos receber! Já na porta do quartinho, antes de entrarmos, como estamos em tempos de pandemia, tiramos os sapatos.

Bem-vindo ao encantador ambiente “O Despertar das Borboletas”.

Logo ao entrar, nos deparamos com um mundo lúdico preparado com muito amor para a chegada dessa criança. Olhando para o teto, as borboletas flutuando nos recebem e despertam dentro de nós toda essa emoção.

Parece que estamos pisando nas nuvens. Essa é a sensação provocada pelo tapete Zogali Seda, feito artesanalmente no Nepal e vendido pela Botteh.

Logo de frente para a porta, está o berço, que nos convida a conhecer a criança. Depois de trocar sorrisos com o bebê, notamos os detalhes do berço da Villa Maria, que é super clássico e imponente, todo em ferro nos tons de branco e champanhe. A roupa de cama, os rolinhos e protetores laterais em tricô da Villa Maria, compondo com as duas almofadas da Casa Almeida, causam encantamento pelo trabalho lindo das texturas.

Nesse momento, a mãe tira a criança no berço e se assenta para amamentar na poltrona Volta da designer Ana Neute, comprada pela Líder. Além de linda, a peça é muito funcional: a mãe pode apoiar seu copo de água na aba existente nos braços, o tecido é super macio e ao mesmo tempo fácil de limpar e, finalmente, o banco Viki, também da Líder, logo à frente, permite que ela estique as pernas e relaxe durante o processo da amamentação. Servindo como um apoio extra para a mãe deixar o celular ou um livro, a mesa lateral Jazz, do designer Jader Almeida, com estrutura em latão e tampo em Carrara, recebe uma linda peça de murano, tudo isso da loja Tom Sobre Tom.

Enquanto a criança mama, paramos para observar a luminária das borboletas. Ao notar nossa curiosidade, a mãe nos responde que a peça é da Templuz de design autoral das arquitetas especialmente para esse quartinho. Ela parece flutuar no teto e a sensação é de que as borboletas voam livres sobre nossas cabeças. Algumas delas possuem cristais Swarowski nas pontas, que são iluminados através de fibra ótica. Tudo isso aliado à luz indireta emitida pelas laterais da luminária remete a uma delicadeza e uma leveza caraterísticas da chegada de criança ao mundo.

Vemos entre as cortinas que está na hora do pôr do sol. A mãe sobe a Silhouette da Hunter Douglas, adquirida na Amém Casa, e percebemos que o quartinho tem a vista privilegiada para a Praça do Papa, o que se torna um convite para conhecermos a varanda. Antes de abrirmos a porta, temos a chance de apreciar de perto a beleza e a delicadeza da trama dos reposteiros, que também são da Amém Casa.

Na varanda, após contemplarmos a vista por trás das moréias plantadas no jardim, assentados na Namoradeira Doty, do designer Jader Almeida, encontrada na Tom Sobre Tom, a mãe chega com a criança e se acomoda no sofá Way, da Líder. Ela nos relata que o sofá confortável é onde ela faz companhia para a bebê durante seu banho de sol, usando como apoio a mesinha Cigg, do desginer Jader Almeida para Tom Sobre Tom. A mãe também nos conta que, de noite, os pais curtem as luzes da cidade do sofá em que estamos assentados, com a suave iluminação da arandela da Templuz.

De volta ao quarto, passamos por um móvel cheio de bichinhos de pelúcia. Eles estão distribuídos pelas caixas do buffet Teca, do designer Jader Almeida, que foi ressignificado e, com toda sua beleza e leveza, tornou-se responsável pela organização dos brinquedos do bebê. Sobre ele, impossível não notar a obra de arte da artista Carol Gay, o Vaso Bola, encontrada na Tom Sobre Tom, enfeitado com dentes de leão.

A caminho do sofá, notamos a delicadeza e ao mesmo tempo a imponência da luminária de Piso Ponto, do Jader Almeida. Antes de nos assentarmos, nos deparamos com a obra de arte da Gabriela Costa toda em branco, compondo lindamente o ambiente. As fitas brancas sobrepostas parecem se soltar da parede, criando em nós a vontade de tocar a peça. É como se estivéssemos tocando uma harpa, trazendo calma e tranquilidade para esse quartinho. Atrás do quadro, e em todas as paredes do ambiente, está instalado o delicado papel de parede da Villa Maria.

O toque do couro do sofá Natuzzi e as texturas das tramas das almofadas também de couro da Elisa Atheniense, disponíveis na Tom Sobre Tom, nos deixam com vontade de prolongar a visita. Enquanto a mãe  nos oferece um copo d’água, que apoiamos na mesa de centro Jazz e no banco Phillips, ambos do Jader Almeida, o pai aproveita para trocar a filha na cômoda. O móvel transmite muito o que é o quarto: um design clássico revisitado, com muito significado. Nesse caso, os responsáveis por trazerem o ar contemporâneo à peça da loja Villa Maria são os puxadores de cristais.

Olhando com mais cuidado, notamos todo um trabalho naquela parede, com as obras de arte em forma de casinha do Dan Fialdini, dispostas de forma simétrica nas Mesas de Apoio Jardim de Parede, do Jader Almeida. Na delicada prateleira Slim, um lindo murano da Tom Sobre Tom com orquídeas pendentes, opostas às esculturas em formato de coração do Dan Fialdini, acervo da AM Galeria, trazem equilíbrio à composição. Os pais, amantes de arte, gostariam de passar esse gosto e admiração desde cedo para a filha.

Na hora do banho, a caminho do banheiro, passamos pelo closet. A organização dentro dele só foi possível graças à marcenaria executada sob medida pela Líder. Entre nichos, gavetas, básculas e detalhes em latão, iluminados por duplinhas de spots da Templuz no teto, estão organizadas as peças do enxoval da Buddmeyer, escolhidas na Casa Almeida. As roupas de cama chamam atenção pela delicadeza do linho e da renda, e as toalhas pelo conforto para a criança, já que são finalizadas com detalhes de crochê que não espetam a pele sensível do bebê. Na parede oposta à porta do banheiro, vemos um vestidinho pendurado no cabideiro Borboleta, da Alva Design para Tom Sobre Tom, vestidinho esse que foi usado pela mãe no seu batizado. Ele está ali para trazer essa memória e reforçar a importância de se ter enraizados os valores de família, honra aos pais e união.

Ao abrir a porta do banheiro, percebemos que, ao mesmo tempo em que ele remete à leveza do quarto, há um contraste entre os ambientes, e ele se torna cada vez mais contemporâneo. O buffet Loop, da Líder, que tem um ar mais retrô, foi usado de forma inusitada como gabinete do banheiro. Sobre ele, seguindo seu formato, temos a bancada em Nanoglass, onde está apoiada a cuba da Docol, comprada na ABC da Construção, juntamente com todos os metais do banheiro, também da Docol, que estão no grafite escovado. Notamos que as linhas arredondadas também estão presentes no espelho Tri, da Líder, e na banheira infantil esculpida em mármore Branco Paraná, da Galeria Petra. Vemos ao lado dela a delicadeza da composição com a mesa de apoio Jardim de parede e o Pendurador One, ambos do Jader Almeida para Tom Sobre Tom, com a delicada toalha da Buddemeyer para Casa Almeida. O ripado nas paredes desperta nossa curiosidade: será que se pode usar madeira nas paredes de áreas molhadas? O pai da criança nos explica que, na verdade, são ripas e filetes de poliestireno, da Santa Luzia Molduras, disponíveis na ABC da Construção, que são resistentes à água. Aproveitando o ensejo, ele nos conta que o efeito que vemos acima do ripado é a Textura Dakapo na cor nude, da mesma loja.

Dentro do box, seguindo a linha retrô, vemos o único ponto de cor do ambiente. As paredes, o piso e o teto formam um bloco revestido com o Krea Miami Rose, da Portobello, adquirido na ABC da Construção. Do outro lado da porta, está posicionado o cabideiro de piso Aida, da Líder, que funciona como um ponto de apoio muito importante no ambiente. Além de trazer um charme a mais, ele serve para colocar a toalha da Buddemeyer, um cheirinho e as jóias do bebê na hora do banho.

Saindo do banheiro, voltamos ao quarto para colocar o pijaminha no bebê, usando como apoio a cômoda. Já está chegando a hora dele ir dormir. Uma última volta pelo quartinho, e assim nos despedimos dessa visita ao encantador ambiente “O Despertar das Borboletas”, desejando retornar em breve!

Obrigada por nos acompanhar nesse espaço em que cada detalhe foi pensado com tanto carinho. Esperamos que você tenha amado, assim como nós amamos!

Chris e Maria Laura

Chris Coelho e Maria Laura Coelho

Chris Coelho e Maria Laura Coelho

Chris Coelho, arquiteta e designer de interiores, é apaixonada por sua profissão e pela capacidade de transformar a vida das pessoas por meio de seus projetos. Ela mergulha no universo dos clientes para materializar o estilo e a individualidade de cada um, com originalidade e harmonia. Possui uma equipe alinhada com o seu propósito, visando acompanhar o cliente em todo o processo. Atua na área residencial e comercial e volta a integrar o time da Modernos Eternos BH 2020, nesta edição 100% virtual. Maria Laura Coelho é natural de Nova Serrana-MG, graduou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade Izabela Hendrix em Belo Horizonte no ano de 2013 e em 2015 concluiu seu MBA de Direção Criativa pela Una. Atua nas áreas de arquitetura comercial, residencial, predial e interiores priorizando o traço contemporâneo e o acompanhamento personalizado junto ao cliente buscando sempre por seu conforto e bem estar.
Ver perfil
+
Ver produtos

Produtos neste ambiente

Blocos 3D desse Ambiente

Outra interpretação neste espaço